A partir de uma sólida aliança entre ufólogos e pesquisadores de várias áreas do conhecimento, a União de pesquisas Ufológicas do Piauí (UPUPI) se constitui no cenário Ufológico Piauiense em novembro de 2004. Por meio da internet (www.upupi.com.br) divulgamos nossos estudos respeitando a pluralidade de pensamentos, sempre focando uma aproximação direta com o fenômeno, através de vigílias e busca de depoimentos nos locais de maior presença ufológica no Piauí, mapeando através dos relatos e possíveis avistamentos os principais pontos por onde os UFOs fazem suas passagens.
         O grupo vem passando por um processo de redefinição teórica e metodológica, pois as abordagens temáticas não estão restritas às casuísticas, estamos constantemente preocupados com a forma de como o assunto é tratado pela mídia onde nossa produção está se focando para além de textos investigativos e documentários, mas em trabalhos que visam discutir os rumos da condição de pesquisa e interpretação do tema na Comunidade Ufológica como um todo e por pessoas distantes do debate, popularizando o tema de modo cauteloso com o objetivo de dar visibilidade a todas as esferas da sociedade.

          As pesquisas de campo sustentam a União de pesquisas Ufológicas do Piauí (UPUPI); com ela nos baseamos para expor o panorama dos casos em nossa região e buscar a partir de uma metodologia apropriada (coleta de depoimentos e vigília) trazer a casuística de forma mais aproximada possível do fato, para filtrar melhor os casos e transmitir aos leitores uma narrativa concisa e séria dos estudos realizados no Estado. Nas pesquisas trabalhamos com profissionais de várias áreas da Geografia, História, fotógrafos e cinegrafistas para ampliar a capacidade de registros e pluralizar a análise do evento. Em cada pesquisa montamos um vídeo-documentário para todos conhecerem os resultados do estudo in loco no site.

        Além de ir para o campo em busca de relatos e presenciar o fenômeno, tivemos outros êxitos, entre eles a articulação com grupos de fora do Estado onde nos tornamos representantes da Ufologia piauiense enviando todas as informações envolvendo o assunto para o Brasil e outros Países.
Seriedade - A participação da UPUPI nas escolas foi muito útil em 2005. O grupo participou de feiras de ciências em escolas, no qual passamos aos alunos do ensino médio as informações básicas sobre os principais fatos ufológicos do Brasil e do Estado, transmitindo para a comunidade discente as informações mais atuais pesquisadas no ano por este e outros grupos. A iniciativa de ir às escolas se deu pelo relativo aumento de interesse dos estudantes em torno da Ufologia, significando que o assunto não está restrito aos círculos de pesquisa e se difunde positivamente em outros meios.
         A Ufologia Piauiense passa por um momento bastante enriquecedor, os casos vêm aumentando significativamente e as pessoas envolvidas estão sentido a necessidade de exteriorizar a sua experiência, percebendo a importância de instituições como esta para a construção da história da Ufologia. Nossas perspectivas, não só ufológicas, mas de mundo foram lapidadas por ter contato com as mais diferentes visões do universo, pluralizando e destruindo a idéia de “Verdade” como algo monolítico sem condições de ser questionada.
A União de pesquisas Ufológicas do Piauí (UPUPI) é apenas um fragmento da experiência ufológica internacional, que nos torna diferentes a cada pesquisa em cinco anos de investigação, conflitos, dificuldades e vontade de descobrir o que existe além desse regime imposto pela sociedade que prescreve a ausência de linhas de fuga e possibilidades do estudo ufológico.
         Em 2016 estaremos mais fortes e com muitas novidades para todos os interessados no tema. Estamos abertos para novas perspectivas e integrantes que desejam contribuir para o fortalecimento do estudo de um tema tão delicado e cheio de trilhas como esse.
Precisamos de união e responsabilidade social com toda a Ufologia, encontrando holismo e descompartimentação dentro da pesquisa, saindo do isolacionismo egoísta e mesquinho, para que todos possam conhecer a verdade, mesmo que ela seja aproximada de nossos sonhos.

www.upupi.com.br

Janeiro de 2016